Execução e Gerenciamento de Grandes Estruturas e Obras de Arte

As grandes estruturas necessitam de um acompanhamento para verificação e cumprimento de todas as especificações do projeto.

Projetos de grandes estruturas, que não contam com gerenciamento profissional, estão mais susceptíveis a atrasos e a custos exorbitantes. Além disso, a gestão é importante, na medida em que pode atuar de maneira preventiva em relação a acidentes ou a erros técnicos.

Dentre os projetos de grandes estruturas estão os viadutos, pontes, elos da infraestrutura de rodoviárias e barragens. O gerenciamento destas estruturas é fundamental não somente para a minimização de custos, mas também para garantir a segurança. A interdição desse tipo de obra provoca aumento vertiginoso nos custos de construção.

A gestão de grandes estruturas e obras de arte é realizada por meio de inspeções ao longo da execução da obra. Estes sistemas preveem inspeções de três tipos:

Rotineira: realizada com frequência, porém mais superficialmente. Normalmente, é realizada pelos profissionais da manutenção da obra.

Periódica: planejada e programada pelo sistema de gerenciamento, e realizada por equipes de inspetores treinados para sua execução.

Especial: realizada em situações atípicas como carregamentos especiais ou acidentes; existência de anomalias detectadas pela inspeção periódica, avaliações da estrutura devido a novas especificações ou regulamentações. Costuma ser realizada por profissionais especializados em pontes e viadutos.